DPE Araguaína promove Cine Defensoria com debate sobre direito da família


Inscrições estão abertas para sessão que será na próxima sexta-feira, 22

Publicado em 14/03/2019 12:14

Keliane Vale


Um convite à reflexão numa situação comum de direito de família, onde uma criança é disputada logo após o divórcio do casal é o pano de fundo do debate que o Cine Defensoria promove na próxima sexta-feira, 22, às 14h, na Escola Sesc de Araguaína.

O projeto vai exibir o drama “O Filho Uruguaio”, longa de 96 minutos, com produção francesa e rodado na América do Sul. Segundo a crítica, o filme reflete a maternidade em suas diferentes maneiras através de um imbróglio intercontinental de longa duração e sem solução fácil. É esta temática que abre espaço para uma roda de reflexão com o tema “Famílias em Debate”. Após a sessão, a defensora pública Téssia Carneiro e a juíza Renata Teresa Macor vão falar sobre direito de família.

As inscrições para participar estão abertas e podem ser feitas aqui. A entrada será mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível para serem doados a pessoas carentes. A atividade será certifica pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM) com carga horária de quatro horas.   

Essa sessão de cinema do projeto Cine Defensoria tem parceria do IBDFAM, Sesc Tocantins, e é promovida pelo Núcleo Especializado de Defesa dos Direitos Humanos (NDDH) e 1ª Defensoria de Família e Sucessões da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO).

O Filme

O trailer do filme pode ser conferido neste link. O roteiro apresenta a história de Sylvie, que há quatro anos teve o filho sequestrado pelo pai, Pablo, após o divórcio do casal. É no Uruguai que Sylvie, finalmente, encontra a pista sobre o paradeiro de seu filho. Com o auxílio de um assistente social, ela quer recuperá-lo, mas ao chegar lá, nada acontece como previsto.

Cine Defensoria

Por meio do projeto Cine Defensoria, a DPE-TO pretende integrar entretenimento, reflexão e temas relacionados aos direitos humanos, por meio da exibição de filmes temáticos e debates em escolas ou espaços comunitários, aproximando também a Instituição da comunidade. As temáticas dos filmes envolvem assuntos relacionados aos direitos humanos.

O projeto é desenvolvido pelo NDDH e os interessados em receber o Cine Defensoria podem procurar o Núcleo pelo telefone (63) 3218-6953 e na sede do Núcleo, localizada na Defensoria Pública, em Palmas (Av. Theotônio Segurado, na Quadra 502 Sul), e ainda nas unidades da Defensoria Pública no Estado.



Autor(a): Keliane Vale


Tags: Tessia Carneiro, Cine Defensoria, Araguaina